«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

sexta-feira, abril 14, 2006

OS SINAIS















Serão, afinal, casos isolados os que "postei" em 17.03, 07.04, 12.04.2006 e o que hoje estou "postando"? Ou tenho andado muito distraído?

Os sinais que nos chegam, a um ritmo vertiginoso - agora também a desfavor de quem ainda tem emprego e alguma liberdade - são cada vez mais inquietantes.
Mesmo eu que sou um pessimista militante, como se vê, ainda anteontem os julgava desgarrados. Puro engano.
Até os próprios trabalhadores por conta de outrém, por mêdo, egoísmo ou ignorância, parece estarem a bandear-se, cadenciada e irreversivelmente, para o lado do inimigo.
Adivinho tempos difíceis para os inocentes. Até quando... de novo?

Aqui ficam mais dois sinais aparecidos no "Jornal de Negócios" de 12.04.2006 (*):
"(...) infelizmente, a família Azevedo (Sonae) não vê com bons olhos os representantes dos trabalhadores. Nas suas empresas dificilmente entram sindicatos e, por isso, não há comissão de trabalhadores", explicou o coordenador da CT da PT, Francisco Gonçalves, quando questionado pelo Jornal de Negócios sobre esta matéria. (...)"

"(...) As comissões de trabalhadores (CT) da PT e do BPI convergem na oposição às OPA lançadas pela Sonaecom e o BCP, mas não contam, para já, com o apoio dos seus colegas dos grupos oferentes." (...)"

(*) http://www.negocios.pt/default.asp?CpContentId=274407

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home