«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

terça-feira, fevereiro 20, 2007

Um retrato (possível) de Portugal



Poema Temperamental

Ó caralho! Ó caralho!
Quem abateu estas aves?
Quem é que sabe?
quem é que inventou a pasmaceira?
Que puta de bebedeira é esta
que em nós se vem
já desde o ventre da mãe
e que tem a nossa idade?
Ó caralho! Ó caralho!
Isto de a gente sorrir
com os dentes cariados
esta coisa de gritar
sem ter nada na goela
faz-nos abrir a janela.
Faz doer a solidão.
Faz das tripas coração.
Ó caralho! Ó caralho!
Porque não vem o diabo
dizer que somos um povo
de heróicos analfabetos?
Na cama fazemos netos
porque os filhos não são nossos
são produtos do acaso
desde o sangue até aos ossos.
Ó caralho! Ó caralho!
Um homem mede-se aos palmos
se não há outra medida
e põe-se o dedo na ferida
se o dedo lá for preciso.
Não temos que ter juízo
o que é urgente é ser louco
quer se seja muito ou pouco.
Ó caralho! Ó caralho!
Porque é que os poemas dizem
o que os poetas não querem?
Porque é que as palavras ferem
como facas aguçadas
cravadas por toda a parte?
Porque é que se diz que a arte
é para certas camadas?
Ó caralho! Ó caralho!
Estes fatos por medida
que vestimos ao domingo
tiram-nos dias de vida
fazem guardar-nos segredos
e tornam-nos tão cruéis
que para comprar anéis
vendemos os próprios dedos.
Ó caralho! Ó caralho!
Falta mudar tanta coisa.
Falta mudar isto tudo!
Ser-se cego surdo e mudo
entre gente sem cabeça
não é desgraça completa.
É como ser-se poeta
sem que a poesia aconteça.
Ó caralho! Ó caralho!
Nunca ninguém diz o nome
do silêncio que nos mata
e andamos mortos de fome
(mesmo os que trazem gravata)
com um nó junto à garganta.
O mal é que a gente canta
quando nos põem a pata.
Ó caralho! Ó caralho!
O melhor era fingir
que não é nada connosco.
O melhor era dizer
que nunca mais há remédio
para a sífilis. Para o tédio.
Para o ócio e a pobreza.
Era melhor. Com certeza.
Ó caralho! Ó caralho!
Tudo são contas antigas.
Tudo são palavras velhas.
Faz-se um telhado sem telhas
para que chova lá dentro
e afogam-se os moribundos
dentro do guarda-vestidos
entre vaias e gemidos.
Ó caralho! Ó caralho!
Há gente que não faz nada
nem sequer coçar as pernas.
Há gente que não se importa
de viver feita aos bocados
com uma alma tão morta
que os mortos berram à porta
dos vivos que estão calados.
Ó caralho! Ó caralho!
Já é tempo de aprender
quanto custa a vida inteira
a comer e a beber
e a viver dessa maneira.
Já é tempo de dizer
que a fome tem outro nome.
Que viver já é ter fome.
Ó caralho! Ó caralho!Ó caralho!

Joaquim Pessoa

NOTA: A propósito, quer saber como vai a nossa indústria? -Clique AQUI

Etiquetas:

4 Comments:

At quarta-feira, fevereiro 21, 2007 7:27:00 da tarde, Anonymous raquel said...

MISSÃO:Portugal a cumprirse..?
Fernando Pessoa
E quem nasce em Portugal(F.P)e no seu entender,por missão ou por castigo?
Esta tençao BIPOLAR do SER e não SER tem que mudar para que se cumpra PORTUGAL.

Leia a entervençao feita pela Flávia Monsaraz em 20/6/2006 no site a seguir indicado

http://www.anjo-dourado.com/textos/canupos/maria-flavia-de-monsaraz.htm

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007 8:56:00 da tarde, Blogger poisbem said...

c'um caralho, às vezes o joaquim pessoa lá as acertava.
bem lembrado.

 
At sexta-feira, fevereiro 23, 2007 5:25:00 da tarde, Blogger EL HIPPIE VIEJO said...

HOLA ZÉ

LO MARAVILLOSO DE ESTE INTERCAMBIO ES QUE UNO VA CONOCIENDO CULTURAS Y PERSONAS DISTINTAS , VA DESCUBRIENDO ARTISTAS , POETAS , CANTANTES , ETC , QUE DE OTRA MANERA SERÍA IMPOSIBLE .

AMIGO
DESEO TENGAS UN HERMOSO FIN DE SEMANA

UN ABRAZO

ADAL

 
At sexta-feira, fevereiro 23, 2007 7:32:00 da tarde, Anonymous Niraiha said...

Junto-me a ti ZÉ Léria na homenagem
ao Zeca.Convidos-os a ler neste site http://www.antena1.pt/ a carta a zeca.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home