«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

quarta-feira, janeiro 30, 2008

Waking Life

4 Comments:

At quinta-feira, janeiro 31, 2008 7:19:00 da tarde, Blogger SILÊNCIO CULPADO said...

Zé Lérias
Excelente video sobre este homem auto-destrutivo que transportamos e defendemos como um valor.
Tornamo-nos prisioneiros dum quotidiano mutilado de valores, empobrecido de rotina, com sonhos demasiado previsíveis e baços.
Mas é sempre possível passar a barreira do tecnicamente asfixiante e procurar, que mais não seja, o mundo dentro de nós próprios.
Abraço

 
At quinta-feira, janeiro 31, 2008 10:00:00 da tarde, Blogger Zé Povinho said...

Há sempre um preço a pagar pela liberdade. Para alguns é aceiavel, para outros tem um custo elevado, e muitos não estão dispostos a pagar pela liberdade. Verdadeiramente tenho pena daqueles que não podem optar.
Excelente vídeo.
Abraço do Zé

 
At sexta-feira, fevereiro 01, 2008 9:15:00 da tarde, Blogger SILÊNCIO CULPADO said...

Dada a tua disponibilidade para abraçar causas, nomeadamento do HIV, poderás colocar neste espaço o selo do SIDADANIA, (o que está no Silêncio) e assim ajudares a combater os preconceitos e os estigmas.
Um abraço

 
At sábado, fevereiro 02, 2008 2:51:00 da tarde, Blogger ANTONIO DELGADO said...

Vivemos tempos muito complicados, onde ninguém parece ouvir ninguém, so os politicos fazem o que querem. Somos uns tranportadores de solidões de medos e descrenças que uma economia baseada no medo tudo manipula e atemoriza. o Estranho é o ser humano tornar-se espectador da sua própria auto destruição.

Um abraço e excelente video.

António delgado

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home