«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

BOCA JUNIORES y los PASEAPERROS










BOCA JÚNIORES

O MARKTING E O FUTEBOL

1. -O prestigiado clube argentino Boca Júniores dá cartas ao criar um novo conceito de Marketing - causando certamente inveja ao "nosso" Luís Filipe Vieira, se não veja-se:

Com o propósito de fidelizar os sócios e angariar novos fanáticos, a direcção daquela instituição mundialmente conhecida, passa a dispor de um cemitério privado, devidamente decorado com as cores do Clube, para arrecadar os "restos" dos seus tifosi.

A ideia, resultante do proverbial pragmatismo Sul-americano em relação a estas coisas do futebol, é baseada nos acontecimentos que ocorrem sempre que o árbitro mete o pé na...poça. Isto é, sempre que marca penalti contra a equipa caseira.
Logo após cada derrota, os ânimos exaltam-se, e zás!.
Assim, as claques não têm que se preocupar. Se não escaparem, vão de um campo para outro campo, directamente...
Mas a coisa não fica por aqui!
A visão é ainda mais larga:O Clube adquiriu também uma frota de centenas de táxis que serão decorados com as cores do Clube. Envergando - o taxista - equipamento do Glorioso.
Mesmo assim, a notícia deve ter-nos chegado truncada. Porque nos devia falar da aquisição de outra frota: a dos carros funerários...

Zé Lérias

________________________


PASEAPERROS
MI BUENOS AIRES QUERIDO

2. -"...Me parece muy curioso y de solución extremadamente compleja el de los PASEAPERROS. Con la crisis, este servicio se volvió relativamente muy barato y extendido, de modo que un vasto sector de clase media puede, sin mayores molestias, darse el lujo de tener perro, aunque viva en un depto de 2 ambientes. La densidad de perros en la ciudad aumentó de manera muy notable, y también los problemas. (...). Las manadas de perros atados a sogas
largas se extienden a lo largo de los paseos. (...) ".

http://clubdearquitectura.blogspot.com/2005_07_01
_clubdearquitectura_archive.html


COMENTÁRIO: Bem mal devem cheirar os "zapatos", dos transeuntes, nas cidades argentinas!...

Ainda eu me queixava, na minha cidade, da merda dos "perros" portugueses!...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home