«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

sábado, janeiro 13, 2007

Os "Bilderbergers" em Portugal


RECORDANDO... PARA QUE CONSTE

"Clube Bilderberg, os Senhores do Mundo", de Daniel Estulin.

O texto sobre o lançamento do seu livro, a carta e a entrevista de Daniel Estulin, a um ano de distância:

*O texto (trecho) :-"Imagine um clube onde presidentes, primeiros-ministros e banqueiros internacionais convivem, onde a realeza presente garante que todos se entendem, onde as pessoas que determinam as guerras, controlam os mercados e impõem as suas regras a todo o mundo dizem o que nunca ousariam dizer em público. Pois este clube tem um nome e existe mesmo(...)";

*A carta:- (clicar em "carta" acima, a vermelho)

*A entrevista (trecho) :- Dada ao jornal "O Semanário", em 2.1.2006, por Daniel Estulin:

"Historicamente, o liberalismo sempre reivindicou três liberdades:

-Liberdade de mão de obra ( Isso não significa que os trabalhadores serão livres, mas que o povo será livre de se mover de um país para o outro, uma região para outra. Para os "bilderbergers" isso é muito importante. Significa que os patrões terão um livre acesso a uma grande massa de mão-de-obra. Quanto mais global for, melhor);

-Liberdade de solo (significando que o solo é tão importante como qualquer outra mercadoria).

-Liberdade de moeda (Em que o dinheiro também é uma mercadoria como qualquer outra).

(...) Recordo que a primeira vaga de liberalismo desvaneceu-se entre 1920-1930, após ter feitos muitos estragos nas sociedades americanas e europeias. O seu sistema afirmava que se tudo for livre e as empresas não efectuarem cartéis ou monopólios, com nenhum trabalhador a pertencer às centrais sindicais, o sistema irá enriquecer toda a gente.

(...) O sistema exige que cada país do mundo seja incluído, e que cada indivíduo seja eficaz. É por isto que o liberalismo e a globalização trabalham tão bem juntos. (...)".
...................................

Nota:- O inimigo dos nossos inimigos podem não ser nossos amigps. Como é o caso presente, obviamente. O autor do livro, Daniel Estulin, está associado à "American Free Press" o orgão do grupo pró-nazi "Liberty Lobby", mas isso não nos deve impedir de acreditar em algumas das suas teorias, como no caso presente. De acordo com o seu perfil político, foi oportunista ao enviar a citada carta para diversos blogues, mais para que se fizesse publicidade ao seu livro do que pela denúncia nela contida.

3 Comments:

At domingo, janeiro 14, 2007 3:43:00 da tarde, Blogger mi despertar said...

me gusta como escribes
brazos desde Miami

 
At domingo, janeiro 14, 2007 9:08:00 da tarde, Blogger Zéca Gallo said...

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada.

 
At domingo, janeiro 14, 2007 10:56:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Ο Ερευνητικός Όμιλος Φοιτητών Νομικής σας προσκαλεί στην ενημέρωση πρωτοετών φοιτητών, που θα πραγματοποιηθεί την Δευτέρα 30 Οκτωβρίου 2006

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home