«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

sexta-feira, dezembro 29, 2006

quem nos governa?

Óleo de: Botero

Ou estou muito enganado ou os políticos não são mais que meros executores das ordens de quem detem o poder sobre a economia.

É a economia que determina os nossos modos de vida o nosso emprego/desemprego, os nossos tempos livres, a nossa alimentação ... cria a matriz dos nossos hábitos e desejos e mais grave ainda: enreda-nos na cultura que mais satisfaz os seus interesses.

A economia globalizou-se para obter mais lucros para quem detem o capital financeiro.

Ela globalizou-se, com aquele objectivo, condicionando ainda mais os comportamentos e as aspirações dos trabalhadores.
Até quando?

(Este pequeno texto ocorreu-me ao ler um mail enviado por um amigo - referente a um artigo relacionado com o espiritismo e o mundo "materialista").

2 Comments:

At domingo, dezembro 31, 2006 6:20:00 da tarde, Anonymous A. Martins said...

És capaz de não estar enganado.
Eu penso o mesmo.

 
At sábado, janeiro 06, 2007 3:48:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

eu penso exactamento o mesmo. não há esquerdas e direitas. Há G8 e Porto Alegre.

Vivemos apenas ao sabor das multinacionais e das empresas que têm grandes poderios.

As convicções ficaram para quem não percebe do assunto ou nada tem a falar no café com os amigos.

Num seminário que fui com o Adriano Moreira, este então foi bem explícito nesta matéria. Mesmo quando alguém do CDS o quis criticar ele soltou um sorriso de desdém com os seus cabelos brancos (os cabelos brancos dele não são meramente de quem envelhece e mesmo tendo sido ministro de Salazar e provavelmente em tempos teve ideais - errados ou certos, não estou a julgar, aliás, tenho 37 anos, não vivi nessa época) e disse ao militante do CDS (teoricamente do seu partido) que se ele queria perceber o que era a esquerda e a direita poderia explicar mas nada disso existia mais.

boa tarde

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home