«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

terça-feira, agosto 29, 2006

Tenham Vergonha, "Senhores"!




Vivemos num mundo miserável onde interesses mesquinhos e a ganância se sobrepôem aos interesses básicos do homem comum (do povo).


Não se entende que os Estados Unidos e os seus aliados não intercedam, decididamente, para derrubar ditaduras onde os valores e a dignidade humanas são espezinhados segundo a segundo, como é o caso do maior país de Àfrica, o Sudão.

Os Estados Unidos e seus aliados (que tão céleres têm sido a invadir, despudoradamente, países ditos não democráticos mas longe de serem causadores e incentivadores de um dos maiores genocídios da História) deveriam envergonhar-se pela sua passividade em relação a Darfur.

Cerca de 400 000 mil Pessoas já foram assassinadas; Cerca de 3,5 milhões de Pessoas não têm que comer; Cerca 2,5 milhões de Pessoas foram deslocadas devido ao terror que graça em Darfur. Estes são os números apresentados em relatórios pelos "World Food Program", "United Nations" e "Coalition for International Justice".

............
" ...As milícias racistas governamentais, conhecidas como Janjaweed, adorariam continuar a matar e devastar, no entanto, os povoados negros já foram todos queimados, e todas as mulheres negras já foram estupradas .O primeiro genocídio do século 21 transcorreu sem transtornos, e os genocidas venceram." escreveu Johann Hari do "Independent"-“Folha de São Paulo”-08/10/2005.




11 Comments:

At segunda-feira, agosto 28, 2006 11:41:00 da tarde, Blogger Silent Winter said...

Tenés mucha razón en que es lamentable ver cómo ocurren atrocidades alrededor nuestro, cada día, y ninguna tiene justicia sin antes ver el beneficio económico de por medio...

Observar que hay países que REALMENTE tienen problemas, dificultades, pobrezas y tristezas... que su gente sufre, pero nadie parece interesarse pues no pueden brindar un sostén económico a las grandes potencias a cambio....





Saludos....

 
At terça-feira, agosto 29, 2006 12:16:00 da manhã, Anonymous A. Santos said...

Enquanto a maioria das pessoas estiver "enfeitiçada" pelo santo capitalismo (selvagem)não se alterarão as premissas que levam a tantas injustiças.
A lavagem aos nossos cérebros metódica e incessante, criando-nos a ilusão de que podemos vir a ser donos de um "Rolls-Royce (Silver Ghost 1906)", tem sido eficás.
E assim vai o mundo, ATÉ QUANDO?

 
At terça-feira, agosto 29, 2006 12:18:00 da manhã, Anonymous A.Santos said...

digo.EFICAZ

 
At terça-feira, agosto 29, 2006 7:01:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

"Vivemos num mundo miserável"
Welcome to planet Earth. We hope you enjoy your stay.

 
At terça-feira, agosto 29, 2006 7:56:00 da manhã, Blogger carlos said...

eu acho que as outras atitudes dos USA não foram humanitárias, não se deve pensar que alguma vez serão...

 
At terça-feira, agosto 29, 2006 4:39:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Yo estoy de acuerdo con el post pero al final es Europa diferente?
Que hace Europa por Darfur?

 
At sexta-feira, setembro 01, 2006 1:30:00 da manhã, Blogger ANTITODO said...

respecto al ultimo post me gustaría decir que, de hecho, incluso Estados unidos hace más cosas que Europa por Darfur. La administración Bush fue de las primeras en condenar el genocidio mientras Francia y Alemania guardaban silencio por los intereses de sus empresas petroleras en la zona.
Desde mi punto de vista la única solución que pueden tener estas matanzas es una intervención directa de una fuerza multinacional.
Al diablo con la soberanía nacional. Por lo demás, Sudán es un estado fallido, no hya que ser un experto para darse cuenta de eso.

 
At sábado, setembro 02, 2006 10:26:00 da tarde, Blogger Zé Lérias said...

Antitodo:
O que escrevi, neste último post, não foi uma acusação aos Estados Unidos. Foi uma acusação generalizada a quase todos os países ocidentais (e não só).
Eu escrevi: Estados Unidos e SEUS ALIADOS.
Se, no caso de Darfur,me colocasse ao lado da Europa e contra os Estados Unidos, estaria apenas a fazer baixa política, fazendo o jogo que interessa à direita, desviando a atenção do problema principal.
A mim, o que me preocupa, efectivamente, é saber que existem seres humanos a serem tratados (por outros humanos) de forma infame e animalesca. E saber também que isso sucede com a conivência,também criminosa,de políticos de países (que não dos seus povos) que se têm arvorado em polícias do mundo,como se fossem os donos exclusivos da verdade.

 
At domingo, setembro 03, 2006 2:00:00 da manhã, Blogger Zé Lérias said...

Antitodo:
Lo que escribí, en este último poste, no era una acusación a los Estados Unidos. Es una acusación generalizada a casi todos los países occidentales (y no sólo). Escribí: Estados Unidos y SUS ALIADOS. Si, en el caso de Darfur, me colocara al lado de la Europa y contra los Estados Unidos, sería hacer solamente política baja, haciendo el juego que interesa a la derecha, desviándose la atención del problema principal. A mí lo que me preocupa efectivamente, es saber que existen seres humanos que maltratan otros seres humanos como se fueran cosas y no personas.

Y también saber que éste ocurre con la cumplicidad, también criminal, de políticos de los países (que no de su pueblo) esos que se han impuesto como si fueran polícias del mundo y dueños exclusivos de la verdad.

Un abrazo

 
At domingo, setembro 03, 2006 2:05:00 da manhã, Anonymous luz said...

Quando tempo levará ao ser que se
julga mais inteligente da terra a
compreender, a intuir,que o planeta não pode nem deve ser daqueles que nos compram.Nós todos nus,o que nos diferencia?gordos magros altos baixos? Não.Será o que queremos de nós próprios?
Todos somos culpados,do mundo que
temos.Pelo facto nele vivemos

 
At segunda-feira, setembro 04, 2006 3:39:00 da manhã, Blogger ANTITODO said...

Estoy de acuerdo con lo que dices. Ahora, con "el último post" que comenté me refería al comentario del usuario anónimo, que decía "yo estoy de acuerdo con ...y que hace Europa por Darfur?", a partir de ése comentario anónimo(que parece comentario mío pero no lo fue)deseaba profundizar un poco.
El comentario tuyo ya lo había encontrado certero y no era una objeción hacia él.

saludos desde chile.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home