«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

domingo, agosto 27, 2006

Estados Unidos. E esta... hein?



Professor castigado por ter bandeiras de outros paises na sua sala de aulas (Geografia).
Ver em:
http://www.denverpost.com/news/ci_4228017

TRADUÇÃO: agradece-se!

5 Comments:

At domingo, agosto 27, 2006 6:55:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

TRADUÇÃO en Espanhol
http://www.denverpost.com/aldia/ci_4243754

 
At domingo, agosto 27, 2006 7:01:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Un maestro de geografía que recibió una reprimenda y fue puesto en suspensión administrativa pagada por rehusarse a remover las banderas china, mexicana y de las Naciones Unidas de su aula, ha decidido separarse la escuela.

La controversia de las banderas comenzó el miércoles, cuando el director de Carmody, John Schalk le pidió a Hamlin que retire las tres banderas de su aula, la misma que también tiene de forma permanentemente una bandera de los Estados Unidos.

Los funcionarios del distrito temían que el exponer las banderas de Hamlin, porque violan una ley estatal que prohíbe desplegar banderas que no sean la americana, de Colorado o banderas locales en edificios públicos, incluyendo escuelas.

http://www.denverpost.com/aldia/ci_4243754

 
At domingo, agosto 27, 2006 10:16:00 da tarde, Blogger Zé Lérias said...

Ay anonymous muy amables..
muchas gracias amigos ;)

 
At domingo, agosto 27, 2006 10:50:00 da tarde, Anonymous fátinha said...

"Teacher showing foreign flags put on leave."

Tradução, parcial, em português:

Um professor de geografia universal, do 7º. ano de escolaridade recusou-se a retirar as bandeiras da China, do México e das Nações Unidas da sua sala de aulas, pelo que foi castigado na última quarta feira (23.08) pelas autoridades do condado de Jefferson, com a alegação de que desrespeitou as leis do Estado do Colorado. Foi afastado do seu emprego e colocado na situação compulsiva de licença com vencimentos.
Isto porque uma lei do Estado proíbe a exposição de bandeiras extrangeiras a menos que sejam pontualmente utilizadas para fins escolares, relacionados ao curriculum de uma disciplina. O director da escola (Carmody Midlle Scool), John Schalk, examinou o curriculum da disciplina de Geografia Universal leccionada por Eric Hamlin, e considerou que nesse curriculum “não havia nada… relacionado com qualquer um desses países (China, México e ,imagine-se, Nações Unidas!*),” informou Lynn Setzer, porta-voz do governo distrital. Ele disse que Schalk pediu ao professor por três vezes para que retirasse as bandeiras, advertido-o das conseqüências caso não cumprisse, mas Hamlin recusou, alegadamente por considerar as bandeiras essenciais para a disciplina. Hamlin, que leccionava pela primeira vez em Carmody, disse que sempre utilizou as bandeiras, rotativamente, consoante os países a estudar. As autoridades do distrito invocaram a lei do Estado do Colorado nº. 18-11-205 (revista), que diz: "Toda a pessoa que exibir qualquer bandeira, à excepção da dos E.U.A., do Estado do Colorado, (ou das suas subdivisões), agências ou instituições, colocadas em edifícios municipais ou outros edifícios do Estado, Condado, ou terra adjacente, dentro deste Estado, cometem um crime da classe 1."

Uma exceção a essa lei é: “a exposição de toda e qualquer bandeira… que fizer parte de uma exposição provisória de quaisquer materiais didácticos ou históricos, não permanentemente afixados ou inseridos a qualquer parte dos edifícios….” Mark Silverstein, um advogado da União Americana das Liberdades Civis, refere não ver como a lei se pode aplicar a esta situação. O superintendente Cindy Stevenson do distrito disse que o distrito contactou ...etc

* Comentário da tradutora(!?)

 
At segunda-feira, agosto 28, 2006 3:40:00 da tarde, Anonymous eskape said...

não. por favor digam que não é verdade. digam que foi uma montagem ou um engano.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home