«A informação é uma guerra, uma guerra entre modelos sociais. Entre os defensores de um mundo desigual, injusto, governado por depravados e autênticos terroristas que impõem a sangue e fogo um modelo económico que condena à morte milhares de pessoas em todo o mundo, e aqueles que decidem estar ao serviço dos grupos, movimentos, intelectuais e outros lutadores, que todos os dias arriscam a vida a defender outro modelo de mundo possível.»
Pascual Serrano - José Daniel Fierro

REFORMAS E BAIXAS MÉDICAS EM PORTUGAL - escândalos!

__

COMER E CALAR! - até quando?


___________________________

quarta-feira, novembro 15, 2006

ainda o aborto

VER notícia "publicada" hoje (14/11/2006).

2 Comments:

At quarta-feira, novembro 15, 2006 1:26:00 da tarde, Blogger mfc said...

Eheheheheh... pois!

 
At quarta-feira, novembro 15, 2006 10:24:00 da tarde, Anonymous anatema said...

PARA MIM TUDO ISTO ME DÁ NAUSEAS!!
NÃO TEMOS FILHOS QUANDO QUEREMOS!
ORA VEJAMOS;UM CASAL DECIDE QUE QUER TER UM FILHO!PASSA-SE TEMPOS E NADA.ATÉ ANOS 80 PEDIAM A DEUS,AGORA HÁ O PROVETA.PARA O LÁ COLOCAR ASSIM O DECIDIRAM.
NESTES TEMPOS,TAMBÉM QUEREM DECIDIR TIRAR.SE COLOCADO POR PROVETA É UM FILHO!!!SE O TIRAM TAMBÉM É!!?? OU NÃO SERÁ??
DEUS DEU-NOS LIVRE ARBÍTRIO.
OS POLITICOS NÃO DEVIAM CONTROLAR-LO.
CADA UM DE NÓS RESPONDE PELOS SEUS PRÓPIOS ATOS.PARA QUE HAJA CONSCIENCIA DOS MESMOS ACABE-SE COM
A IGNORANCIA QUE AINDA HOJE EXISTE SOBRE ESTE ASSUNTO.TUDO SE VEM FAZENDO POR MODAS.O QUE MAIS SE OBSERVA.(SÃO AS MARIAS VÃO COM AS OUTRAS)(ATÈ JÁ SE DÃO AO LUXO DE DIZER A BARRIGA É MINHA!)COMO SE UM FILHO NÃO TIVESE PAI!!
PARA MIM, O BAIXO NIVEL CULTURAL QUE CHEGAMOS AO FIM DESTAS DECADAS,ESTÁ AVISTA.
PEDIR HOJE COMO NO PRINCIPIO DOS ANOS 60 É RIDICULO.
TIVESEM AS MULHER DE ONTEM OS MEIOS DAS DE HOJE!CERTAMENTE QUE NÃO HAVERIA ESSAS LUTAS.
SOU PELA VIDA PELO CONHEMENTO DA MESMA.RESPEITO-A.
CERTAMENTE A MAIORIA DE NÓS SERIAMOS A B O R T O S se TIVESSEMOS PARA NASCER AGORA!!
HI!!HI!!HI!! vem feito!!

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home